Tetraplégicos realizam as primeiras caminhadas usando o exoesqueleto

Descrição da imagem: boneco Exoesqueleto que tem 1,8 m, pesa 70 kg e se movimenta a partir de atividade cerebral.Pacientes do projeto “Andar de Novo” dão os primeiros passos e até chutes usando o exoesqueleto – um equipamento que pretende fazer com que um jovem paraplégico dê o pontapé inicial na Copa do Mundo.

“Em 28/4/2014 os primeiros três pacientes do projeto Andar de Novo realizaram suas caminhadas inaugurais usando o BRA-Santos Dumont 1”,disse o cientista brasileiro Miguel Nicolelis, um dos criadores do exoesqueleto. No Facebook, ele postou: “Três pioneiros brasileiros emocionaram a todos nós com sua coragem e determinação”, e relatou, ainda, que um deles deu 18 passos e três chutes.

O inventor e aviador brasileiro dá nome a uma veste, um exoesqueleto de 1,8 m e 70 Kg. Quando os pacientes estão com a roupa, sensores instalados no Santos Dumont “leem a mente” do paciente e obedecem a ordens como levantar e abaixar as pernas ou chutar uma bola.

Cerca de cem cientistas americanos, europeus e brasileiros trabalham no “Andar de Novo”, liderado por Nicolelis. O projeto é resultado de uma parceria entre a Universidade Duke e instituições de Lausanne (na Suíça), Berlim e Munique (ambas na Alemanha), Natal e São Paulo.

Fonte: site do jornal O Tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website