Quais são os primeiros sintomas do Parkinson

Parkinson é uma doença degenerativa que afeta uma parte de nosso cérebro responsável pela coordenação do sistema motor do paciente. Apresenta-se devido à morte ou deterioração das células nervosas que se encontram na massa cinzenta do cérebro médio, uma área responsável por controlar o movimento do nosso corpo. A detecção precoce do Parkinson permite oferecer ao paciente um tratamento eficaz para que o avanço da doença seja mais lento e controlar os sintomas, já que esta condição ainda não tem cura.

Descrição da imagem: ilustração do sistema nervoso.

Instruções

 1 – Como ocorre no caso de muitas doenças degenerativas, os primeiros sintomas do Parkinson apresentam-se de forma muito leve e vão aumentando com o passar do tempo. Um elemento primordial no diagnóstico precoce da doença reside muitas vezes na observação por parte de terceiros.

Em ocasiões as mudanças são leves, e o paciente não percebe a olho nu, mas quem vive com ele ou o acompanha consegue perceber. Estes sinais de alerta não devem ser ignorados.

2 – Um dos primeiros sintomas do Parkinson é a dor e incômodos nas articulações, que produzem dificuldade nos movimentos. Pode ocorrer em uma ou várias articulações, ou em leves problemas para movê-las de forma normal que se vão tornando mais fortes, à medida que a condição avança.

3 – Determinadas ações cotidianas podem evidenciar que a capacidade motora começa a mudar. Assim, a caligrafia dos pacientes que apresentam Parkinson em suas primeiras etapas começa também a mudar, diminuindo o tamanho das letras e ficando irregular.

4 – O cansaço, a irritabilidade e a depressão sem causa aparente são parte dos primeiros sintomas do Parkinson a nível emocional. Estes sinais podem corresponder a diversos transtornos, mas também fazem parte do universo desta doença.

5 – Na maior parte dos casos os pacientes com Parkinson têm os primeiros sintomas da doença apenas em um lado do corpo. À medida que a condição avança os mesmos passam para o outro lado.

6 – Estes primeiros sintomas do Parkinson podem estar presentes durante um longo período de tempo antes que se manifestem os sinais mais determinantes da doença. Como podem corresponder a diferentes condições, normalmente precisam de várias avaliações e exames para chegar à conclusão de que se trata de Parkinson.

Ainda que não se conheçam as causas exatas desta doença, os fatores hereditários, o abuso de drogas e álcool, a dependência de fármacos e os fortes traumatismos sofridos na cabeça são fatores que podem fazer com que um paciente seja mais propenso a sofrer Parkinson.

7 – Uma vez passada a etapa inicial, os sintomas típicos do Parkinson são:

  • Tremores que normalmente começam na mão, mas que podem iniciar em qualquer parte do corpo. Tornam-se mais fortes quando o paciente está tenso ou em repouso, mas não dormindo.
  • Rigidez muscular.
  • Perda do movimento espontâneo.
  • Lentidão nos movimentos.
  • Instabilidade que leva a inclinações do corpo para frente ou para trás quando o paciente está parado, quedas frequentes e problemas de equilíbrio.
  • Problemas de dicção ao falar devido à degeneração motora.
  • Perda de expressividade no rosto
  • Outros sintomas produzidos pela doença como prisão de ventre, babar em excesso, depressão e transtornos do sono.

8 – Diante da presença destes sintomas, ou se suspeitar que você ou alguma pessoa próxima sofre de Parkinson, recomenda-se consultar um especialista para uma revisão exaustiva.

9 – Se deseja ler mais artigos parecidos a quais são os primeiros sintomas do Parkinson, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças neurológicas.
Fonte: site Saúde UmComo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website