PMJP vai restaurar a Praça João Pessoa inserindo acessibilidade

Descrição da imagem: foto da praça com uma estátua na centro da praça e várias árvores ao redor.Um dos mais tradicionais cartões-postais da Capital, a Praça João Pessoa, no Centro, vai ganhar cara nova. O prefeito Luciano Cartaxo assina ordem de serviço, nesta terça-feira (29), às 9h, para o início das obras de requalificação do logradouro. O projeto está orçado em R$ 508,4 mil e deve ser concluído em 90 dias.

A revitalização da praça, também conhecida por Praça dos Três Poderes, integra o rol de propostas da Prefeitura de João Pessoa para a requalificação do Centro Histórico. “Esse projeto é um compromisso que assumimos com a população e vamos tirá-lo do papel”, ressalta Luciano Cartaxo, ao falar sobre as mudanças previstas para o equipamento público.

O projeto visa melhorias em quesitos como acessibilidade e iluminação da praça. O pavimento, hoje composto por três tipos de pisos, vai ser padronizado. A Prefeitura Municipal de João Pessoa também vai restaurar os bancos existentes e incluir novos, quando a recuperação deles não for possível.

A requalificação da Praça João Pessoa prevê ainda a reparação de postes e luminárias existentes e uma restauração total do monumento central. Os canteiros também vão ser revitalizados e a arborização, com palmeiras imperiais, completada, para devolver o traçado original. A abrangência do projeto teve como base levantamento feito pela PMJP, que constatou a necessitava de uma intervenção urbanística urgente.

O local é um espaço público livre, inserido no perímetro de tombamento do Centro Histórico, delimitado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep). Para a elaboração do projeto de requalificação, foram realizadas visitas no local e elaborado um levantamento fotográfico e métrico.

A intervenção – O traçado atual da praça será mantido, alinhando-se apenas os meios-fios dos canteiros no passeio interno. Também serão substituídos todos os meios-fios, e será feita a manutenção das grades de contorno dos canteiros. Outro traço que será mantido é a marcação em pedra no entorno da calçada externa.

Equipamentos – Os bancos existentes serão restaurados ou substituídos, quando a recuperação não for possível devido ao desgaste do tempo. A iluminação será restaurada com a restauração e substituição de postes e lâmpadas.

Piso – Atualmente existem três tipos de ladrilho. Durante a revitalização, será utilizado apenas um deles: o ladrilho hidráulico (20 cm x 20 cm) nas cores cinza claro e cinza escuro. Vão ser aproveitados, em parte, os ladrilhos antigos que puderem ser recuperados.

Paisagismo – As palmeiras imperiais que fazem parte do traçado original serão mantidas e complementadas.

O monumento – A restauração completa será executada por um profissional competente, selecionado através dos meios legais para esse tipo de serviço.

Revitalização – A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) mantém um cronograma de obras de revitalização, restauração e construção de praças. Atualmente, estão sendo reformadas as praças da Juventude, no Bairro das Indústrias; Tito Silva (Muriçocas), no Miramar. Estão sendo construídas praças nos residenciais Gervásio Maia e Vale das Palmeiras.

Já foram entregues as praças da Pedra, no Centro; Luís Patrício de Lira, na Comunidade Padre Hildon Bandeira, no bairro da Torre; Marechal Castelo Branco, no conjunto Pedro Gondim, e Praça João Monteiro da Franca (dos Motoristas), no bairro de Jaguaribe.

História – A Praça João Pessoa foi inaugurada em 1803. Na época, era tratada como o jardim público da cidade e denominada de Praça Comendador Felizardo. Atualmente, o local é conhecido como Praça dos Três Poderes, devido à localização estratégica, tendo em seu perímetro as sedes dos poderes Executivo (Palácio da Redenção), Legislativo (Assembleia Legislativa) e Judiciário (Tribunal de Justiça) da Paraíba.

Fonte: site PB Agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website