ONG cria livro que pode ser lido tanto por quem é cego quanto por quem não é

Uma pergunta difícil, mas totalmente relevante para melhorar a convivência entre todos pairava sobre a Associação Tailandesa de Cegos: Como criar igualdade para uma pessoa com deficiência visual e outra que enxerga normalmente quando o assunto é leitura?


Tentando aproximar a todos na hora da leitura, em parceria com a Agência BBDO Proximity, foi criado o “Storybook for All Eyes“, um livro com uma fonte especial, que possui o alto-relevo do alfabeto Braille, mas também possui impresso nas partes remanescentes as fontes seguindo a estrutura estética do Braille, para que ambos possam ler, aprender e interagir ao mesmo tempo.


Ao final de cada página, ainda foram impressas imagens para que os deficientes visuais adivinhassem a figura e seus parceiros de leitura, que enxergam, pudessem indicar se eles acertaram ou não, proporcionando momentos de diversão aléam da leitura. E mais ainda, provando que uma boa ideia não precisa ser absurdamente cara para ser relevante e impactar de forma tão positiva a vida das pessoas. É nesse tipo de design que eu acredito.



Fonte: site Hypeness por Vicente Carvalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website