Obras de acessibilidade em avenidas de Vilhena devem ser feitas, diz Ministério Público

O Ministério Público de Rondônia expediu uma recomendação para a Secretaria de Trânsito de Vilhena (RO), pedindo por melhorias na acessibilidade de três avenidas do município: a Major Amarantes, Brigadeiro Eduardo Gomes e Paraná. No documento o MP solicita, em um prazo de 60 dias, a reconstrução e ampliação de calçadas para que as pessoas com necessidades especiais não tenham dificuldades em trafegar pela região. Atualmente estas avenidas possuem pontos críticos, como desníveis, concreto quebrado e a falta de rampas de acesso para cadeirantes.

A jovem Paula Alves, de 28 anos, concorda que as calçadas da região central da cidade precisam ser melhoradas, pois, de acordo com ela, boa parte das obras foram feitas pelos próprios empresários sem um padrão definido. “Quando andamos precisamos tomar muito cuidado, já que por conter desníveis podemos acabar tropeçando”, relata. Além deste problema, a auxiliar administrativa diz que a quantidade de bicicletas estacionadas em frente ao comércio também atrapalha os pedestres.

Para Paula, quanto mais obstáculos nas calçadas, mais difícil será para os portadores de necessidades especiais caminharem. “Se para nós é complicado, imagina para quem é deficiente visual, por exemplo”, aponta.

Procurado pelo G1, o secretário adjunto de Trânsito, Ronio Aires Cândido, disse que já recebeu o ofício do Ministério Público solicitando as melhorias das calçadas. “Nós recebemos dois documentos, um com prazo de 30 dias e o outro de 60. Mas nós vamos solicitar um novo prazo para eles, pois não dá para realizar estas obras agora”, afirma. Segundo Cândido, o motivo para o pedido de prorrogação vai ser feito por conta das obras de saneamento, que devem ser iniciadas em fevereiro.


“Para melhorar a acessibilidade, precisaremos quebrar as calçadas. Então não é viável, pois quando formos fazer o saneamento seria necessário quebrar tudo novamente”, relata. De acordo com Cândido, nesta semana a Secretaria de Trânsito vai realizar algumas atividades, como a pintura e identificação de rampas de acesso para cadeirantes. 

Fonte: site G1.com RO por Jonatas Boni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website