Estações do metrô de BH recebem investimento de R$ 2 mi para acesso de pessoas com deficiência

Estações do metrô de Belo Horizonte estão passando por obras para garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência. A informação foi divulgada na tarde desta segunda-feira pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos de Belo Horizonte (CBTU), que informou que atualmente 11 estações serão adequadas, além de sete que já adaptadas.

Descrição da imagem: foto do loca de embarque e o metrô na estação.

As intervenções vão promover a instalação de piso podotátil em todos os acessos, plataformas e saguões das estações. Escadas e rampas receberão novos corrimãos para dar mais segurança aos deslocamentos dos usuários. Todas as estações também passarão a contar com banheiros acessíveis destinados aos passageiros do sistema, além de sinalização indicativa dos degraus nas escadas. As obras irão promover ainda a adequação das bilheterias, visando atender aos usuários, e das salas operacionais das estações.

Outro montante de cerca de R$ 213 mil também foi investido na elaboração dos projetos executivos de acessibilidade das estações Lagoinha, Calafate, Gameleira e Cidade Industrial. De acordo com a empresa, cerca de R$ 1,8 milhão foram investidos nos terminais Santa Inês, José Cândido da Silveira, Minas Shopping, São Gabriel, Primeiro de Maio, Waldomiro Lobo e Floramar. As adequações atendem às especificações técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que visam proporcionar a utilização de maneira autônoma e segura do ambiente, mobiliário, equipamentos e elementos dos sistemas de trens urbanos.

Fonte: site do Jornal Estado de Minas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website