Antônio Fagundes com a peça Tribos – A surdez universal e suas diversas formas

Na foto os atores Antônio Fagundes e seu filho Bruno, eles estão no palco contracenando.Em turnê pelo Brasil desde janeiro, Antônio Fagundes e seu filho, Bruno Fagundes, dividem o palco pela segunda vez, em “Tribos”, que chega a Porto Alegre entre os dias 28 a 31 de maio, no Theatro São Pedro. A surdez universal e suas diversas formas — preconceito, orgulho, ignorância, egoísmo e falta de amor — são tratadas na peça escrita por Nina Raine e dirigida por Ulysses Cruz, também com Arieta Correia, Eliete Cigaarini, Guilherme Magon e Maíra Dvorek no elenco. 

A autora usa a figura de um deficiente auditivo para questionar os diversos tipos de limitação do ser humano e, de uma maneira perversamente divertida e politicamente incorreta, revive as típicas questões familiares e reforça as dificuldades de convivência — como em toda tribo. O protagonista nasceu surdo em uma família de ouvintes, adaptando-se as suas formas não convencionais; mas nem seus pais e muito menos os irmãos retribuíram. Quando conhece uma jovem prestes a ficar surda, entende o que é pertencer a algum lugar. 

Fonte: site Correio do Povo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website