Aeroporto terá veículo para embarque de deficientes

O aeroporto Frank Miloye Milenkovich deve receber até junho um ambulift, equipamento utilizado para auxiliar pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida no embarque e desembarque. Trata-se de um veículo adaptado com uma plataforma elevatória que transporta a pessoa com dificuldade de locomoção até a aeronave. Este equipamento estaciona ao lado da aeronave, na direção da porta, para que a plataforma seja elevada até a altura da entrada.

A aquisição do equipamento no valor de R$ 214,2 mil foi feita através da secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo) será responsável pela manutenção, além de selecionar a equipe que será capacitada.

Descrição da imagem: cadeirante à espera do equipamento que a conduzirá até o avião.

Ontem o sexto aeroporto do país a ser beneficiado no estado, de Ribeirão Preto, recebeu o equipamento. Os municípios de Presidente Prudente, Bauru, São José do Rio Preto, Araçatuba e Araraquara já contam com o carro exclusivo.

“Aguardamos conciliar a agenda do governador Geraldo Alckmin e também a conclusão da montagem, pelo fabricante, deste equipamento bastante delicado, mas geralmente temos feito as entregas a cada dois meses”, informou a assessoria de imprensa da secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência. A assessoria reforçou ainda que a entrega deve ocorrer em dois meses antes do início do período eleitoral em que o governador não poderá participar de inaugurações e eventos públicos.

“O ambulift dá segurança e conforto aos cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida, que não terão o sentimento de serem carregadas. É um equipamento que prima o respeito pelas pessoas”, disse a secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, durante evento em Ribeirão Preto.

Em relação à licitação das obras de ampliação do terminal de passageiros do aeroporto, o projeto está em análise pela SAC (Secretaria de Aviação Civil). O pacote de obras contemplará a ampliação da área operacional, que passará de 572 m² para 2.800 m², a ampliação do estacionamento de veículos e urbanização do entorno.

Fonte: site Diário de Marília por Cibele Martins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website