Ação educativa orienta motorista a respeitar vaga de idoso e deficiente

Descrição da imagem: estacionamento com vagas para deficientes A Prefeitura de Piracicaba (SP) lançou nesta terça-feira (18) campanha para conscientizar os motoristas da cidade a respeitarem as vagas de estacionamento reservadas a idosos e deficientes. Até o dia 28 haverá distribuição de panfletos educativos e colocação de faixas em trechos de maior movimento de veículos. A região central tem 272 vagas especiais, de acordo com a Prefeitura.

Agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran) e funcionários da Hora Park, empresa responsável pelo sistema rotativo de estacionamento, também vão orientar os usuários durante o período da campanha, denominada “Desrespeito: Não Há Vagas”.
“Infelizmente no Brasil algumas normas básicas não são respeitadas por todos. Desta forma é de fundamental importância que se realizem campanhas de conscientização como a lançada nesta terça-feira em Piracicaba e que se repetirá nos próximos anos”, disse o titular da Semuttran, Jorge Akira.
“É uma iniciativa importante para melhorar o trânsito e também para promover a discussão de questões ligadas à cidadania. São direitos e deveres de todo cidadão”, comentou o diretor de operações da Hora Park, Adelcio Antonini.
Carro riscado
 
Na semana passada, uma farmacêutica de 32 anos fez um boletim de ocorrência na madrugada de quinta-feira (13) porque teve o capô do carro riscado enquanto o veículo estava parado na vaga especial (para idosos ou cadeirantes) em estacionamento conjunto destinado a clientes de uma farmácia e de uma agência bancária em Piracicaba.
Segundo informações da polícia, a profissional trabalha em frente a um banco da Avenida Carlos Botelho e sempre deixa o carro, modelo Celta ano 2011, no estacionamento da agência nas vagas reservadas porque, segundo ela, não há outras disponíveis nas proximidades. Ela confirmou à Polícia Civil que para o veículo na área reservada “até aparecer um espaço livre”.
No entanto, uma cliente do banco teve uma crise de raiva e riscou o veículo da farmacêutica e de outro motorista que também ocupava uma vaga especial irregularmente. A agressora escreveu “Você é diferente” no capô do carro. Ao G1, a farmacêutica disse que sabe que está errada, “mas que isso não justifica” ter o veículo riscado. A autora do dano não foi identificada.
Multas em alta
 
Agentes da Semuttran aplicaram 1.440 multas em 2013 a motoristas que estacionaram irregularmente em vagas exclusivas para idosos e deficientes, uma média de quatro infrações por dia. Foram 1.020 casos de desrespeito a vagas de idosos e 420 a locais destinados aos veículos de deficientes. O número é superior às 1.456 infrações deste tipo contabilizadas no ano passado em Campinas (SP), cidade que tem mais que o dobro da população de Piracicaba.
A legislação de trânsito obriga que idosos e deficientes usem cartões nos carros ao estacionarem nas vagas específicas. Para obter a autorização, o idoso precisa ter idade igual ou superior a 60 anos. Já os deficientes físicos ou com dificuldade de locomoção têm que apresentar laudo médico que ateste a mobilidade reduzida. A validade do cartão é de dois anos.
Fonte: site G1 Piracicaba e Região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website