Vírus que pode causar paralisia em crianças é desafio para médicos

Ilustração que têm o desenho de algumas crianças e ao redor delas, quadros com explicações sobre o vírus.Médicos e pesquisadores dos Estados Unidos estão enfrentando um desafio nos últimos seis meses: mais de cem crianças e jovens do país foram vítimas de um ataque de paralisia repentina sem uma causa aparente.

As primeiras ocorrências aconteceram em agosto de 2014, e os sintomas causados pela doença misteriosa são debilidade repentina em uma ou várias extremidades do corpo e a perda da mobilidade.

Exames de ressonância magnética nesses pacientes mostraram uma inflamação na massa cinzenta do cérebro. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), localizado em Atlanta, está investigando os casos registrados, os fatores de risco e as possíveis causas do problema.

Mas o pouco que se sabe até o momento é que o CDC chamou a doença de mielite flácida aguda e que pode ter relação com um surto de enterovírus que ocorreu no país na mesma época em que foram registrados os primeiros casos.

Os primeiros 12 episódios ocorreram em agosto de 2014, no Hospital Infantil Colorado, em Aurora. A partir daí, foram 111 casos relatados em 34 Estados norte-americanos.

Doença neurológica. A mielite flácida aguda é uma doença neurológica que causa debilidade nas extremidades do corpo e, nos casos mais graves, pode provocar paralisia. “De repente, começaram a chegar ao hospital crianças com sintomas pouco usuais. Tinham debilidade muscular, perda da mobilidade das extremidades e rigidez no pescoço”, disse, em entrevista à BBC Mundo, o médico Kevin Messacar.

Quase todas as crianças foram hospitalizadas, e algumas tiveram que ser ligadas a aparelhos para ajudar na respiração. A maior parte dos pacientes também apresentava febre e problemas respiratórios antes da aparição dos sintomas neurológicos. Todas as crianças afetadas já estão em casa, passando por reabilitação.

Possíveis causas ainda estão sendo investigadas
Atlanta.
 As causas específicas da mielite flácida aguda, como os médicos nomearam a doença, ainda estão sendo investigadas.

Essas doenças podem ser resultado de uma série de motivos, incluindo infecções virais, toxinas do ambiente, problemas genéticos e síndrome de Guillain-Barre, uma doença neurológica causada por resposta imune anormal a ataques contra os nervos do corpo.

Os especialistas também investigam se os casos de mielite flácida aguda têm relação com as mais de mil infecções respiratórias, algumas delas graves, causadas pelo enterovírus D68 (EV-D68) nos Estados Unidos desde agosto de 2014.

Sem tratar
No momento, devido à incerteza que cerca a doença, não há tratamento específico para a mielite.

Fonte: site do jornal O Tempo/ BBC Mundo.

Este artigo foi publicado na categoria Doenças e marcado em . Favorite o link deste post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website