Todas as urnas eletrônicas terão áudio para deficientes visuais nas eleições deste ano

Uma novidade irá marcar as eleições de outubro de 2014. A Secretaria de Tecnologia de Informação do Tribunal Superior Eleitoral (STI-TSE) irá alterar o software de votação das urnas eletrônicas, tornando todas as máquinas aptas a liberar áudio para eleitores com deficiência visual.

Desde 2010, o eleitor cadastrava-se junto à Justiça Eleitoral e, assim, sua seção de votação tornava-se acessível. O cadastro ainda pode ser feito e agiliza a logística das eleições.

No entanto, caso o eleitor não tenha informado sua deficiência, haverá um código a ser digitado pelo mesário que liberará o recurso sonoro. O encaminhamento do pleito ao Tribunal Superior partiu da STI do TRE de São Paulo, a partir de solicitação elaborada por cartórios eleitorais paulistas durante oficina de mapeamento de fluxos de processos.

Comissão do TRE-RS apresentou proposta semelhante Em março de 2013, a Comissão Multidisciplinar para Acessibilidade do TRE-RS encaminhou sugestão semelhante ao TSE. A Comissão existe desde setembro de 2012 e obedece a uma política voltada à ampliação da acessibilidade em todos os níveis da Justiça Eleitoral brasileira.

Fonte: Portal Inclusão Brasil/Jornal Folha do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website