SDU faz simulado de acessibilidade para Olimpíada

Foto aérea do Aeroporto Santos Dumont onde aparece a pista de pouso, o mar e famoso Pão de Açúcar do Rio de Janeiro.O Aeroporto do Santos Dumont promoveu no último sábado (11) o primeiro simulado de acessibilidade da Infraero para preparação para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016. Na ocasião, foram testados os processos de embarque e desembarque, com uso de ponte e em posição remota. O simulado contou com a participação de 32 voluntários, entre cadeirantes, deficientes visuais e deficientes auditivos.

De acordo com o coordenador de Tráfego do Santos Dumont, José Carlos Rodrigues, um dos organizadores do simulado, os processos ocorreram no formato e no tempo esperado. “As equipes foram muito bem orientadas e estávamos preparados para realizar os procedimentos de forma eficiente e organizada”, afirmou.

O fluxo de embarque, tanto por ponte quanto em remota, levou uma hora e onze minutos, entre a chegada dos voluntários no meio fio do aeroporto até o fechamento da aeronave, passando pelo check-in, canal de inspeção e colocação dos equipamentos no porão. Já o desembarque foi concluído em 50 minutos. Entre as facilidades testadas estavam o ambulift, os ônibus acessíveis e as cadeiras rolantes de bordo.

Para o superintendente do aeroporto, Aparecido Iberê de Oliveira, o resultado do simulado foi extremamente positivo. “Verificamos que nosso planejamento funcionou e mostramos que o Santos Dumont está preparado para atender bem os atletas e espectadores que vierem para os Jogos Olímpicos”, disse.

Fonte: site Pan Rotas por Danilo Teixeira Alves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website