Pessoas com deficiência visual agora podem acessar Orçamento do Estado

As informações referentes ao Orçamento do Estado agora também podem ser acessadas por pessoas com deficiência visual. O material específico, em áudio, foi produzido pela Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan) e está disponível no site da secretaria.

A iniciativa de produzir o material partiu da servidora do setor de programação orçamentária da Seplan, Marize Bueno de Souza Soares, que contou com a ajuda do analista de sistemas do Centro de Processamento de Dados de Mato Grosso (Cepromat), Lúcio Flávio dos Santos.

“Tomamos conhecimento da dificuldade que alguns servidores de outras secretarias estavam tendo para acessar essas informações e percebemos que muitos cidadãos também poderiam estar passando pela mesma situação. Por isso, decidimos criar um material especial para eles”, conta Marize.

Para a confecção do arquivo, foram utilizadas informações contidas no Manual Técnico de Orçamento, elaborado pela Seplan. Porém, mais do que simplesmente transformá-las em áudio, Marize Soares tornou o texto mais didático e simplificado, com o objetivo de facilitar sua compreensão. Para isso, contou com o auxílio de representantes do Instituto dos Cegos de Mato Grosso.

“Esse trabalho foi extremamente importante porque a sociedade é leiga quando se trata de orçamento estadual. São muitas siglas e a linguagem utilizada costuma ser muito técnica. A Seplan deixou o manual mais enxuto, com um conceito de linguagem que o cidadão comum pode compreender”, afirmou Luiz Carlos Grassi, deficiente visual e coordenador de Promoção e Articulação de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência da Casa Civil.

Segundo Luiz, a iniciativa é inédita no Brasil. “É a primeira vez que um informativo técnico, como o Orçamento Estadual, é elaborado especialmente para deficientes visuais. É uma iniciativa maravilhosa. Já estamos provocando todas as secretarias para fazer o mesmo e planejando a confecção de materiais para atender outros tipos de deficiência, afinal, o conhecimento deve chegar a todos”, disse.

Registro do Instituto dos Cegos aponta que há aproximadamente 2.600 pessoas com deficiência visual em Mato Grosso.

Fonte: site do Governo do Estado do Mato Grosso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website