Paralimpíada Rio 2016 – Data será celebrada com inclusão na rede municipal

Mãos pequeninas, lápis e uma cartinha em produção. Essa é a motivação do aluno Nicolas de Oliveira Chagas, de 10 anos, uma das 27 crianças com deficiência que estão incluídas nas turmas de 4º e 5º ano da Escola Municipal Julia do Amaral Di Lenna, no bairro Barreirinha. Ele e os colegas de turma fizeram as cartas que serão entregues em mãos para atletas paralímpicos que estarão na escola no dia 23 de junho, Dia do Olimpismo.

O tema tratado é a Paralimpíada Rio 2016. O material integra o Gibi Poético, conteúdo pedagógico da Secretaria Municipal de Educação, desenvolvido em parceria com as secretarias dos Direitos da Pessoa com Deficiência e de Comunicação. O gibi conta a história do Pedro, uma criança que busca nos esportes uma forma de se adaptar ao seu novo caminho depois de adquirir uma deficiência. Durante a história, o garoto conhece diversas modalidades esportivas paralímpicas, que são descritas em ilustrações, jogos, diferentes personagens, almanaque de curiosidades, palavras-cruzadas, labirinto e espaço para desenho. “Eu achei legal o gibi, os personagens e já escrevi a minha cartinha”, comentou todo alegre o aluno Nicolas Chagas, que teve paralisia cerebral.

Ao todo, 50 mil exemplares foram entregues para os alunos de 4º e 5º ano de todas as escolas das dez administrações regionais, além de instituições que atuam na educação especial.  “O Gibi permite que alunos e professores possam trabalhar a inclusão, além de oferecer conhecimento e inspiração para a vida”, disse a secretária municipal da Pessoa com Deficiência, Mirella Prosdocimo.

Na sala, os alunos trabalham em dupla. Jenifer Debora Santana Queiroz tem 8 anos e é a parceira de Nicolas. Ela conta como é a interação com os colegas. “Ele é bem divertido e todos gostam dele. Acho bacana que ele acaba fazendo tudo que a gente faz, seja na sala ou no recreio”, diz a aluna.

Para a professora Tatiana Figueiredo, o gibi chegou em um momento ideal para ser trabalhado em sala. “Já estávamos tratando dos valores olímpicos. Com o gibi, as crianças se envolveram ainda mais e estão ansiosas para o evento do Dia do Olimpismo”, disse.

A diretora Juliana Cruz explica como está sendo o trabalho e os preparativos para o evento. “Estamos felizes pelo envolvimento dos alunos e professores com os valores e a mensagem que o gibi passa. Vamos fazer o melhor para receber os paratletas com cartinhas cheias de mensagens de muito apoio”, disse.

Baixa Visão

Gibis ampliados em formato A3, com medidas 29,7 x 42cm, foram confeccionados para os 15 alunos da rede municipal de ensino que possuem baixa visão. A versão permite que as crianças leiam e consigam trabalhar com o material.

Antonio Vinícius Muller da Rosa também estuda na Escola Municipal Julia do Amaral e aprovou o formato do gibi. “Eu já tive uma melhora com o uso dos óculos e até consegui ler no gibi normal, mas esse maior ficou bem mais fácil. Achei importante a história do Pedro, pois mostra que todos somos capazes de praticar esporte, mesmo tendo uma deficiência”, disse.

O Gibi também traz personagens com diferentes tipos de deficiências: física, intelectual, transtorno do espectro do autismo, auditiva e visual. O conteúdo é apresentado pela personagem Lara, que é surda e conta a história pela Língua Brasileira de Sinais (Libras). O material permite que as crianças tenham uma interação com os personagens e compreendam a importância da inclusão e da participação de pessoas com deficiência em uma Paraolimpíada. O Gibi  também está disponível em versão online no site http://www.pessoacomdeficiencia.curitiba.pr.gov.br/ , acessando a aba “Utilidades” e “Material Informativo”.  

O Gibi Poético contempla um dos eixos de atuação do Plano Municipal de Políticas de Acessibilidade e de Inclusão para a Pessoa com Deficiência. No eixo Educação Especial e Inclusiva, uma das ações para o biênio 2015-2017 destaca a garantia de prática de adequações pedagógicas e flexibilizações curriculares nas salas de aula a todos os estudantes com deficiência da rede municipal de ensino.

Dia Olímpico

Durante esta semana, todas as escolas da rede municipal de ensino desenvolverão ações em torno da celebração do Dia Olímpico integrando, mobilizando e aproximando os 144 mil estudantes dos valores e dos símbolos que acompanham os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Além do Gibi Poético, direcionado aos estudantes dos 4º e 5º anos, as escolas contam encaminhamento pedagógico disponível para o professor no Portal Cidade do Conhecimento da Secretaria Municipal da Educação para orientar e estimular as práticas ao longo da semana.

Os materiais reúnem encaminhamentos nos nove componentes curriculares com metodologia com base nas Diretrizes Curriculares do Ensino Fundamental e embasados nos três valores olímpicos: excelência, amizade e respeito, e nos quatro valores paralímpicos: determinação, coragem, inspiração e igualdade.  “As sugestões apresentadas nos materiais irão subsidiar a elaboração de atividades para que as escolas mobilizem os estudantes em ações que reverenciem os princípios olímpicos e paraolímpicos”, diz a secret[aria muncipal da Educação, Roberlayne Borges Roballo.

Fonte: site Bem Paraná por SMCS – Foto: Everson Bressan/SMCS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website