Órtese que restaura movimentos da mão e cotovelo necessita de voluntários para teste

A pesquisa Validação de uma óese robótica para membro superior que restaura movimentos da mão e do cotovelo, conduzida pela terapeuta ocupacional Fernanda Ferreira, mestranda em Engenharia Mecânica na UFMG, busca voluntários que há mais de seis meses tenham hemiparesia esquerda (comprometimento motor do braço esquerdo) decorrente de acidente vascular encefálico. Para participar, é necessário ter mais de 18 anos.

O aparelho, que vem sendo desenvolvido desde 2005 pela equipe do Laboratório de Bioengenharia (Labbio) da UFMG, está em fase de validação, que consiste no teste do protótipo com pacientes. Segundo Fernanda, trata-se de “equipamento leve, resistente e de baixo custo, além de facilmente transportável e com capacidade para melhorar a execução das atividades cotidianas dos pacientes”.

A pesquisadora é orientada pelo professor Claysson Bruno Santos Vimieiro e coorientada pela professora Adriana Valladão Novais Van Petten.

Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (31) 99511-7701 ou pelo e-mail bioengenhariaufmg@hotmail.com

Fonte: site da Universidade Federal de Minas Gerais  (UFMG).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website