Mestrado em Letras da Ufal recebe primeiros alunos surdos na pós-graduação

As aulas da Pós-graduação em Letras e Linguística ( PPGLL) tem agora tradução em Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). É que o programa recebeu os primeiros alunos surdos em um curso de mestrado na Ufal. São eles:Anne Karine Silva de Goes, Marcos de Moraes Santos, Vivian Caroline de Freitas Magalhães e Joyce Gomes de Alencar. 

O professor Jair Silva, da disciplina Seminários Temáticos em Teoria e Análise Linguística: estudos sobre línguas de sinais, comemora a conquista. “Trata-se de uma experiência ímpar para o programa, para a Faculdade de Letras, para a Ufal e para o estado de Alagoas. Com essa política de acessibilidade que o PPGLL aceitou, a tendência é que avancemos no sentido de que a Ufal se torne referência em atender a pessoas surdas”, destaca o professor.

Jair Silva destaca que a parceria entre professores, intérpretes, alunos, secretaria e coordenação é muito importante para o sucesso dessa experiência. “Esta política de acessibilidade que está se concretizando na Faculdade de Letras da Ufal deve se tornar uma realidade também em  programas de pós-graduação de outros cursos e de outras universidades”, destaca o professor.

Além da disciplina ministrada pelo professor Jair, os alunos também estão matriculados em Linguística Aplicada e em Linguística Textual. “Além dos alunos surdos, há alunos regulares ouvintes e alunos especiais, que se matriculam para assistir aula e depois fazer aproveitamento de disciplina. Dentre eles, duas professoras surdas da Ufal: Magda Souto Rosa e Lívia Andrade. Temos também uma aluna especial que está vindo de outro Estado, Larissa Rebouças,que é professora da Federal de Sergipe. Isso prova que há uma tendência de expansão”, ressalta Jair.

Os intérpretes de Libras que atuam durante as aulas do mestrado são Meire Pereira e  Thiago Bruno Souza. Eles são fundamentais para que os alunos surdos acompanhem a exposição do professor. “A presença de alunos surdos no mestrado estimula os alunos nessa mesma condição na graduação, além disso, teremos mais pesquisas envolvendo a Libras, quer seja em Linguística Teórica, quer em Linguística Aplicada”, comemora o professor Jair.

A fim de promover essa área de Estudos, o Curso de Letras-Libras da Faculdade de Letras (Fale) está organizando um evento: Abralin em Cena Libras. O evento acontecerá em Maceió, no período de 31 de agosto a 02/09, com o objetivo de discutir e difundir a Língua Brasileira de Sinais – Libras. Mais informações no link.

Fonte: site Tribuna Hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website