Melhores empresas para trabalhadores com deficiência

Descrição da imagem: ilustração de um cadeirante com os braços abertos, ao fundo a imagem de alguns prédios.SOBRE O PRÊMIO

O Brasil possui uma legislação específica para a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho desde 1991. Conhecida como Lei de Cotas, a Lei 8.213/91 determina uma proporção obrigatória entre 2% e 5% de pessoas com deficiência no quadro geral de funcionários das empresas com mais de 100 colaboradores.

A Lei de Cotas tem um papel importantíssimo na inserção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho, uma vez que coloca na condição de obrigatória a contratação desses profissionais.

A legislação dá ao Estado o poder legal de exigir das empresas a contratação desse contingente. No entanto, apesar desse esforço, os números conhecidos revelam que o país ainda se encontra longe de preencher as vagas previstas para trabalhadores com deficiência no mercado de trabalho formal. De acordo com a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), a proporção de empregados com deficiência incluídos é de menos de 1% do total do quadro de colaboradores.

O atual cenário revela que, para que seja vencida a distância entre as metas (estabelecidas pela Lei de Cotas) e a realidade hoje praticada no país, a inclusão de profissionais com deficiência ainda carece de instrumentos adicionais.

O que nos leva aos objetivos do I Prêmio “As Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência” – induzir o processo de inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho, e criar um instrumento adicional de apoio à Lei de Cotas por meio do reconhecimento das boas práticas inclusivas.

Para além dessa visibilidade, o Prêmio também pretende incentivar constantes melhorias nas iniciativas de empresas de todo o estado de São Paulo, com vistas a ampliação das oportunidades de trabalho formal para as pessoas com deficiência.

O Prêmio é uma iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Clique aqui e faça sua inscrição

Fonte: página no Facebook da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website