Legado de acessibilidade é destaque nos Jogos Paraolímpicos Rio 2016

Descrição da imagem: dois cadeirantes praticando o esporte de Esgrima.Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês) destacou nesta quarta-feira (12) a importância do legado de acessibilidade que os Jogos Rio 2016 proporcionarão à cidade. Após dois dias de visita ao Rio de Janeiro, para a 6ª edição da reunião de revisão de projeto, os executivos declararam que estão satisfeitos com o “progresso significativo” na preparação dos Jogos Paraolímpicos Rio 2016.

Observamos um progresso significativo em todas as áreas que revisamos. Em particular, estamos muito satisfeitos com a proposta mais integrada da cidade e do Comitê Organizador em relação ao programa de acessibilidade. Agora temos uma ideia mais clara de todas as intervenções de acessibilidade que serão realizadas nas instalações e em seus arredores e no sistema de transportes. Ainda há muito trabalho a ser feito, mas o planejamento está pronto e esta abordagem colaborativa irá ajudar a garantir a melhor implementação das soluções de acessibilidade não apenas para os Jogos, mas para o benefício a longo prazo dos cidadãos desta cidade incrível”, afirmou Xavier Gonzalez, diretor-geral do IPC.

Além de ser atualizado pelo Comitê  Rio 2016 sobre o andamento da preparação do evento, o IPC também recebeu informações do governo federal, estadual e municipal.

Tivemos dois dias de discussões muito produtivas. Além de trabalhar na organização dos Jogos, estamos focados na transformação do Rio em uma cidade para todos. Temos muito trabalho pela frente, mas estamos confiantes que estamos caminhando na direção certa e estamos obtendo bom progresso na jornada para organizar os primeiros Jogos Paraolímpicos da América do Sul”, afirmou o brasileiro Andrew Parsons, vice-presidente do IPC e presidente do Comitê de Integração Paraolímpica do Rio 2016.

Para o IPC, nos próximos 12 meses, a meta é seguir aumentando o conhecimento do público sobre os Jogos Paraolímpicos e fortalecer o engajamento dos parceiros.

Os planos traçados pelo Comitê Rio 2016 incluem diversos anúncios importantes e novos conceitos que nos dão total confiança que irão alcançar os resultados desejados”, conclui Andrew.

Em dezembro, o Comitê Rio 2016 organizará o segundo Dia Aberto aos CPNs, dando aos Comitês Paralímpicos Nacionais a oportunidade de receber mais informações sobre os preparativos para os Jogos.

Fonte: Rio2016 / Site Planalto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website