Homem cego e seu amigo sem braços já plantaram mais de 10 mil árvores

Jia Haixa e Jia Wenqi são a dupla de ambientalistas mais improvável que podemos encontrar: Haixa é cego e Wenqi é amputado dos dois braços. Mesmo assim, os dois amigos construíram uma incrível relação e já plantaram mais de 10 mil árvores na última década.

Haixia nasceu em 1962 com catarata congênita – uma opacificação na formação do cristalino do olho -, que o cegou no olho esquerdo. No ano 2000, ele perdeu a visão do olho direito por conta de um acidente de trabalho. Já Wenqi perdeu os dois braços num acidente que sofreu quando tinha apenas três anos.

Foto do homem cego e de seu amigo sem braços, plantando uma árvore. Seu amigo sem braços está segurando um balde com os pés.

Os dois começaram essa parceria inspiradora em 2001, num momento em que não conseguiam emprego devido às suas condições. Agora, são olhos e mãos um do outro e encararam o desafio de transformar toda a margem do rio no vilarejo de Yeli, no norte da província de Hebei, na China.

“Meu filho chegou em casa um dia e disse: ‘pai, eu senti o cheiro de uma laranja quando outro garoto a estava descascando e foi quase como se eu pudesse sentir seu gosto’”, disse Haixia. “Eu lamentei que meu filho não pudesse comer sua própria laranja e isso me motivou a seguir em frente. Eu tinha que viver para que ele tivesse mais. Eu tinha que trabalhar para dar a ele uma vida melhor.”

Assim,  a dupla elaborou um plano de combinar as suas habilidades e plantar árvores os ajudaria, para ajudá-los a ganhar algum dinheiro e, ao mesmo tempo, trazer benefícios para as futuras gerações. Eles tentaram alugar uma grande área de terra na margem do rio, que era propriedade do governo local, para o objetivo. Dadas às más condições financeiras de ambos, as autoridades decidiram isentá-los do pagamento de qualquer valor.

Todo dia, os dois saem de casa às 7 da manhã, munidos de martelo e barras de ferro. Wenqi orienta seu parceiro durante todo o trajeto. Como não tem dinheiro para comprar mudas, eles tem que coletá-las, o que não é uma tarefa fácil em suas condições. Haixia, orientado pelo companheiro, escala lentamente as árvores para coletar as  mudas e volta ao chão, onde cava um buraco e faz um novo plantio, do qual Wenqi fica responsável em regar. É um trabalho lento, mas que com a persistência da dupla já chegou ao impressionante número árvores plantadas. E com planos para continuar!

 ”Nós seguimos por conta própria”, Wenqi disse. “Os frutos de nosso trabalho são mais saborosos.Mesmo que seja bastante difícil, nós encontramos paz em nossos corações.”

E esse é o nosso mundo, cheio de exemplos inspiradores que nos mostram que NENHUMA LIMITAÇÃO É O BASTANTE PARA DEIXARMOS DE BUSCAR NOSSOS OBJETIVOS!

Fonte: site Clicrbs por Raul Gimenez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website