Governo implantará serviço odontológico à pessoa com deficiência intelectual e autismo

O secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, reuniu-se, nesta quarta-feira (19), com o secretário de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, e coordenadores dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) para anunciar a implantação do serviço de referência odontológica à pessoa com deficiência intelectual e autismo.

 O serviço será oferecido a partir do dia 02 de maio, no anexo do Hospital Militar do Piauí Dirceu Arcoverde, onde foi construído um espaço com uma sala de atendimento odontológico e duas enfermarias, uma masculina e outra feminina. O serviço terá disponível cadeira adaptável para cadeirante e um consultório móvel para que possa ser levado até o centro cirúrgico.

“É mais uma iniciativa de parceria forte que existe entre Secretaria da Saúde e Secretaria da Inclusão voltada para uma oferta de serviço de uma forma humanizada e também buscando atender a esse público que precisa de uma atenção especial”, disse Francisco Costa.

Para ter acesso ao tratamento, o paciente deverá procurar a Unidade Básica de Saúde do município onde reside que prestará o primeiro atendimento e, caso necessite de uma avaliação mais complexa, será encaminhado para o Centro de Especialidades Odontológicas mais próximo da cidade. No CEO, o paciente passará por exames diagnósticos mais precisos. Sendo detectada a indicação, serão regulados para o serviço de referência no Hospital Militar.

Serviço

“É um serviço que vai mudar para melhor a vida dessas pessoas. A maioria desses pacientes tem renda muito baixa e não tem condições de se tratar em uma clínica particular. Então, essa parceria com a Saúde vai dar celeridade à oferta desse serviço”, disse Mauro Eduardo.

Uma equipe multidisciplinar com dentistas, cardiologistas, neurologistas, anestesistas e cirurgiões buco-maxilar fará o atendimento de avaliação diagnóstica em pacientes com alguma deficiência que não sejam colaborativos a procedimentos odontológicos.

O Hospital Militar terá a capacidade de realizar dez atendimentos ambulatoriais por dia e 20 procedimentos eletivos ao mês. A inauguração do espaço está prevista para o dia 27 de abril e o início do atendimento será no dia 2 de maio.

ATENÇÃO: a fonte das matérias publicadas neste blog, sempre será indicada. Caso tenha alguma dúvida sobre a matéria ou algo nesse sentido, peço a gentileza em entrar em contato com os responsáveis pela a fonte.

Fonte: site do Governo do Estado do Piauí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website