Filme ameniza rotina no dia a dia contra o câncer

Descrição da imagem: foto de crianças nas poltronas do cinema assistindo ao filme.O pequeno João Antônio, de apenas 5 anos, que luta contra um tumor no rosto, teve nessa terça-feira (7) um dia para esquecer a doença e a rotina do tratamento. Junto com outras crianças atendidas pela Fundação Sara e pela Casa de Apoio a Crianças e Adolescentes com Câncer (Aura), assistiram ao filme Boxtrolls em uma das salas de cinema do Diamond Mall, em Belo Horizonte.

Baseado no livro “Here be monsters” (“A gente é monstro!”), escrito por Alan Snow, Boxtrolls conta a história de um garoto órfão, criado por criaturas no submundo chamadas Caixatrolls, que ressurge do esgoto para salvar sua família e a cidade inteira de um terrível exterminador. O filme foi escolhido em uma analogia às crianças que lutam contra o câncer.

“Foi tudo muito bonito. Adoro desenho”, disse João Antônio que, pela primeira vez, teve a oportunidade de ir a um shopping. A mãe do garoto, Waldirene da Silva, garante que foi um dia memorável. “Em meio a muito sofrimento, vê-lo tão feliz por fazer algo diferente é emocionante”, enfatiza.

“Adorei vir ao shopping”, disse Vanessa Batista, de 6 anos. “Foi muito divertido e eu sempre sonhava com isso. O filme foi muito bacana”, acrescentou André Machado, de 13 anos, ambos também com câncer.

Segundo a gerente de Marketing do shopping, Flávia Louzada, a programação busca proporcionar às crianças uma experiência diferente. “Muitas estão vindo ao mall pela primeira vez. A ideia é oferecer uma atração para que elas saiam um pouco da rotina do tratamento”, explicou. Durante o passeio, as crianças tiveram acesso também a brincadeiras, presentes e não faltaram também a tradicional pipoca e o refrigerante.

Instituições dão todo o suporte

A Fundação Sara e a Casa de Apoio a Crianças e Adolescentes com Câncer (Aura) recebem as crianças do interior de Minas para tratamento contra a doença em Belo Horizonte. As instituições oferecem transporte, alimentação e todo o suporte necessário para o atendimento médico. 

Fonte: site do Jornal Hoje em Dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website