Famosos aderem ação que exige intérprete de Libras em provas do Detran

Descrição da imagem: foto da apresentadora Sabrina Sato que está segurando um cartaz com os seguintes dizeres:  Detran sem Libras = surdos sem acessibilidade. Ela está usando uma blusa e saia, a imagem está em preto e branco.Diversas celebridades aderiram a uma campanha bem bacana na internet que exige um intérprete de libras ou meios de adaptação que permitam a acessibilidade às pessoas com deficiência auditiva nas provas dos Detrans (Departamento Estadual de Trânsito) para tirar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

A pedido da jornalista Ivy Farias, militante dos Direitos Humanos e estudante de libras, Glória Menezes, Ronnie Von, Regina Duarte e Sabrina Sato posaram para o fotógrafo Gustavo Scatena segurando uma placa com a inscrição: “Detran sem libras = surdo sem acessibilidade”. Outros artistas, como Paulo Betti e Bruno Fagundes, também participaram da ação.

O movimento começou em Sorocaba, interior de São Paulo, no início do ano, pelo educador e interprete de libras (língua brasileira de sinais) Alexandre Henrique Eliasa partir das dificuldades dos deficientes auditivos em tirar carteira de motorista.

“Buscamos com essa causa, sensibilizar e padronizar nacionalmente a acessibilidade aos surdos que são colocados à margem da sociedade”, diz Elias em sua página no Facebook.

Em junho, o deputado federal Romário (PSB-RJ) fez uma consulta técnica à consultoria da Câmara dos Deputados para questionar oficialmente o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) sobre porque a Lei de Acessibilidade não está sendo cumprida.

O Decreto nº 5.626/2005 estabelece que o Poder Público em geral deverá garantir às pessoas surdas o tratamento diferenciado, por meio do uso e difusão de libras e da tradução e interpretação de língua realizadas por servidores e empregados capacitados para essa função.

Fonte: site Catraca Livre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website