Doenças cardiovasculares matam 66 por dia em Minas

Descrição da imagem: foto de um homem pegando um pote de doce na gôndola de um supermercado.

Foto: Cristiano Machado/Hoje em Dia

Em média, 66 pessoas morrem por dia em Minas em decorrência de doenças cardiovasculares. Tais enfermidades são a causa mais comum das mortes súbitas em todo o país. Nesse caso, o paciente pode ir a óbito em até uma hora após o início dos sintomas.

 
De acordo com o cardiologista Thiago da Rocha Rodrigues, um dos diretores da Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (Sobrac), de 80% a 90% dos casos de morte súbita entre pessoas de 35 a 40 anos são provocados por infarto. “Ele causa um tipo de arritmia, chamada de fibrilação ventricular, na maioria das vezes nos primeiros 30 minutos”.
 
O médico lembra que a arritmia é a alteração no ritmo cardíaco. Os principais sintomas são confusão mental, palpitações, pressão alta, tonteiras, desmaios, fraqueza e dor no peito. A maioria dos casos é benigna, e os graves necessitam de acompanhamento. “Normalmente, a arritmia não provoca infarto, mas ele pode causar uma alteração com risco de parada cardíaca”, explicou.
 
O excesso de peso é um dos fatores de risco para as doenças do coração. Privilegiar uma alimentação saudável, praticar atividade física sob a orientação de um profissional e fazer exames preventivos são as melhores formas de evitar problemas.
 
Para os pacientes obesos, o endocrinologista Paulo Miranda recomenda procurar um médico para fazer a mudança dos hábitos e tratar possíveis doenças que colaboram para o surgimento de enfermidades cardíacas, como hipertensão e colesterol alto.
 
O motorista Gustavo da Costa, de 28 anos, no entanto, só percebeu a importância dos cuidados após sofrer um infarto há dois meses. Portador de diabetes, o jovem não controlava a doença. “Bebia muito refrigerante, comia salgados e massas”.
 
Após o episódio, Gustavo passou a ter acompanhamento médico e mudou a alimentação. “Como mais frutas, só bebo suco natural e dou preferência às carnes brancas. Minha saúde melhorou”, destacou.
 
Campanha alerta sobre prevenção
 
O Dia Nacional de Prevenção às Arritmias Cardíacas e Morte Súbita será celebrado com várias ações pelo país em 12 de novembro, dentro da campanha “Coração na Batida Certa”.
 
Em Belo Horizonte, a data será lembrada com uma palestra do cardiologista Thiago Rodrigues no Hospital Felício Rocho, às 11h.
Fonte: site do Jornal Hoje em Dia por Sara Lira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website