Deficientes apresentam sugestões a projeto de revitalização em Arapiraca

Foto de várias pessoas reunidas em uma sala, assentados em cadeiras em círculo.O projeto de intervenção urbanística, com a implantação do shopping a céu aberto e revitalização do centro comercial da cidade, ganha mais reforço com a participação de representantes de pessoas com deficiência de Arapiraca.

Na manhã desta terça-feira (14), diretores da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a diretora da Associação dos Aposentados, Idosos e Pensionistas de Arapiraca (AAPIAR), Maria Lourdes Carvalho, e o deputado estadual Tarcizo Freire (PSD) apresentaram e ouviram também sugestões para fortalecimento do projeto.

A área da revitalização tem como foco central a Rua Aníbal Lima, Praça Bom Conselho e Praça Manoel André, num espaço de aproximadamente 15 mil metros quadrados.

O projeto de revitalização dos espaços comerciais de Arapiraca é uma iniciativa da Federação do Comércio (Fecomércio), Sebrae, Senai, Senac, Sesc, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), FCDL, Sindilojas e Associação Comercial, com apoio da Prefeitura de Arapiraca, que está encarregada da elaboração do projeto urbanístico e das políticas públicas para viabilização do projeto.

Durante a reunião, ocorrida na manhã desta terça-feira (14), na sede da CDL de Arapiraca, o presidente da Associação de Pessoas com Deficiência de Arapiraca (Adefima), Adriano Targino, defendeu mais acessibilidade na área comercial, citando como exemplo as dificuldades enfrentadas, principalmente, pelos cadeirantes e deficientes visuais.

Targino disse que o Decreto 5.296, de dezembro de 2004, regulamenta as Leis 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.

Ainda durante o encontro, o deputado estadual Tarcizo Freire apresentou um resumo de seu trabalho nesse semestre de legislatura, bem como lembrou de sua iniciativa em manter, há vários anos, com o apoio da sociedade, um complexo multidisciplinar para o atendimento a pessoas com algum tipo de deficiência.

Por sua vez, a presidente da CDL de Arapiraca, empresária Tânia Núbia Albuquerque, agradeceu pela presença de todos os participantes da reunião, voltando a defender a iniciativa da prefeitura, com a implantação do projeto “Centro Limpo”.

Tânia Núbia Albuquerque reforçou que a entidade apoia a iniciativa da gestão da prefeita Célia Rocha em ordenar a área central da cidade, tornando as vias públicas mais acessíveis para clientes, lojistas e moradores.

“O país vive um momento difícil na área econômica, e que afeta tanto os consumidores como os empresários. É preciso que todos nós tenhamos consciência de que, juntos, poderemos encontrar soluções alternativas para minimizar essa crise, garantindo a geração de empregos e renda para o município”, acrescentou a presidente da CDL de Arapiraca.

No encerramento do encontro ficou definido que a associação das pessoas com deficiência ficará encarregada de entregar um documento que será alinhado ao projeto de revitalização do centro comercial da cidade.

O projeto está a cargo do arquiteto Mário Aloísio, que foi contratado pela prefeitura para ajudar a classe empresarial. A previsão é de que os serviços sejam iniciados em dezembro, com prazo de conclusão em dois anos.

Fonte: site Tribuna Hoje por Davi Salsa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website