Como funcionam Audiogames, jogos acessíveis para deficientes visuais

Os deficientes visuais também jogam videogame, mas não da maneira tradicional. Como não contam com a visão para se orientar, eles precisam de um tipo específico de jogo: o audiogame. Neste artigo, aprenda mais sobre este modelo e entenda como funciona a acessibilidade no mundo dos games.

Conheça o BlindSide, o jogo de terror no qual você só depende da audição

Os audiogames utilizam recursos sonoros para nortear as ações do jogador. Por meio do som, o usuário consegue saber o que fazer e para onde ir, característica que o torna acessível para pessoas cegas ou que tenham algum tipo de limitação visual.

Existem diversos tipos de audiogames dentro desta categoria – alguns contam com recursos gráficos, outros usam sonorização 3D ou simples, tudo depende da proposta.

É comum o uso de técnicas de sonorização holofônica para simular o som em três dimensões. Este efeito sonoro traz uma sensação de áudio em 360°, o que permite, apenas pelo som, localizar o jogador, obstáculos e inimigos ao redor.

Este tipo de efeito é aplicado em BlindSide. No game, é preciso ficar atento na origem e intensidade dos ruídos que os monstros fazem para saber onde e quão perto eles estão. Além de ajudar na localização, a sonorização 3D ainda promove uma maior imersão no jogo. Para que a experiência seja completa, é imprescindível o uso de fones de ouvido.

No entanto, nem todos os jogos precisam deste modelo. Dentro dos audiogames também há aqueles com som mono, que apenas indica uma ação ou reação, como acontece na adaptação do “Campo Minado”.

O clássico do Windows ganhou uma versão acessível para cegos com o “Mine Buster”, no qual o jogador usa as setas do teclado para se mover. O efeito sonoro unidimensional indica as casas disponíveis, as que já foram abertas, o limite do tabuleiro e, é claro, a mina. Esta orientação sonora pode partir ainda de um narrador, que indica o que é preciso fazer ou oferece uma narrativa com opções de movimentos para o jogador escolher.

Há inúmeras possibilidades e abordagens no campo dos jogos acessíveis, cada desenvolvedor usa sua criatividade para criar novidades para os gamers cegos. Alguns ainda encontram maneiras de fazer este grupo interagir com os videntes (pessoas que enxergam), desenvolvendo games online com gráficos bonitos e auxílio sonoro imersivo que agrada a todos os públicos.

Os audiogames estão disponíveis para consoles, computadores e dispositivos móveis. Graças às características de cada plataforma, os desenvolvedores conseguem criar títulos de diversos gêneros e estilos de jogabilidade.

Além de uma forma de entretenimento, eles também funcionam como terapia para diferentes tipos de deficiência. No caso das pessoas cegas ou com baixa visão, os audiogames promovem o desenvolvimento da audição, aperfeiçoam a capacidade de percepção do ambiente apenas pelo som e ainda ajudam a aumentar a confiança e autoestima. Já para os videntes, é um ótimo desafio para testar a capacidade auditiva.

Fonte: site Techtudo por Fernanda Santos – (Foto: Divulgação/DOWINO).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website