Campanha em BH tenta salvar bebê com doença rara

Descrição da imagem: foto da criança que está usando um macacão azul e uma camisa branca por baixo. Ele está sendo carregado por um homem que provavelmente é seu pai.Com apenas cinco meses de vida, Filipe Almeida Araújo já é um guerreiro. Portador de Imunodeficiência Combinada Grave (SCID), doença que prejudica o funcionamento do sistema imunológico, ele luta pela própria sobrevivência. No entanto, não está sozinho nessa batalha. A história do garotinho, morador de Belo Horizonte, sensibilizou milhares de pessoas que, hoje, fazem uma intensa campanha na internet a fim de levantar fundos que banquem o tratamento que ele precisa.
 
A primeira opção para salvar o bebê era um transplante de medula. Sem doador compatível registrado no banco mundial, os pais Juliano Araújo e Waldênia Almeida Lima apostam, agora, em dois cordões umbilicais que podem ser compatíveis com Filipe. Se confirmada a compatibilidade, a criança será submetida a uma cirurgia, no próximo mês, em São Paulo.
 
Os custos com viagem, hospedagem e internação estão além do que a família pode pagar. Ainda assim, diz Juliano, o coração está cheio de esperança e gratidão.
 
“Começamos uma campanha pela internet e não imaginávamos que tantas pessoas iriam comprar a causa. Embora esse seja um momento muito doloroso para a gente, temos fé que conseguiremos levantar os recursos necessários e que nosso bebê ficará bem”.
 
No Facebook, a página “Filipe precisa de você”, onde são postadas todas as notícias sobre a criança, já tem mais de 11 mil curtidas. Pela rede, os usuários organizam um bazar, agendado para 8 de dezembro, e a rifa de um jet ski doado. Todo dinheiro será destinado ao pequeno.
 
E essa não é a primeira vez que o casal enfrenta uma luta para salvar um filho. Há um ano, Juliano e Waldênia perderam o primogênito Álvaro, diagnosticado com a mesma doença. “Temos medo de viver o mesmo pesadelo. Mas cada gesto de solidariedade e mensagem de carinho tem nos dado forças para nos manter de pé”.
 
Quem quiser ajudar, pode curtir a página na rede social ou fazer doações na conta Filipe Almeida Araújo, Caixa Econômica Federal, agência 1640, operação 013, conta poupança 29.757-1, CPF 146.052.456-00.

Fonte: site do Jornal Hoje em Dia por Raquel Ramos.

Este artigo foi publicado na categoria Doenças e marcado em . Favorite o link deste post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website