Calçada simula dificuldades enfrentadas por deficientes nas ruas de Fortaleza

Trafegar pelas calçadas de Fortaleza pode ser um verdadeiro desafio para pessoas com deficiências motoras ou visuais. Para transmitir essa dificuldade, a Faculdade Maurício de Nassau Unidade Fortaleza inaugurou uma calçada sensorial.

O equipamento simula as dificuldades que os deficientes precisam passar diariamente. Constituída por módulos de madeira acoplados com extensão de 18 metros, a calçada sensorial itinerante simula uma calçada real com a diferença de poder ser levada para diferentes lugares. 

A proposta da instituição é fazer com que as pessoas sem deficiência realizem o trajeto utilizando cadeira de rodas, vendas para os olhos, muletas e bengalas, com a finalidade de que sintam a mesma sensação que o deficiente é obrigado a conviver diariamente. A novidade foi inaugurada na sexta-feira (25).

Para o responsável pelos projetos de Responsabilidade Social da Faculdade Maurício de Nassau em Fortaleza, Ricardo Figueroa, a proposta de ação é trazer os principais obstáculos que dificultam a mobilidade do pedestre.

“Uma das estratégias do projeto é vendar as pessoas que forem usar a calçada, permitindo a elas experimentar como se sente uma pessoa com deficiência diante dos obstáculos apresentados pelas calçadas efetivamente presentes nas ruas”, conclui.

Fonte: site Tribuna do Ceará por Matheus Ribeiro com foto de Roberto Pinheiro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website