4ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência começa com palestra sobre os avanços do país em acessibilidade

A 4ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, realizada pela Secretaria Especial de Direitos Humanos, foi aberta com a palestra magna da Subprocuradora-geral do Trabalho, diretora na Associação Nacional de Membros do Ministério Publico de Defesa dos Direitos dos Idosos e Pessoas com Deficiência – AMPID e conselheira do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com DeficiênciaConade, Maria Aparecida Gugel. 

A subprocuradora falou sobre os direitos já garantidos às pessoas com deficiência e a necessidade de entender como garantir esses direitos. Gugel fez uma explanação sobre leis e os avanços em termos de acessibilidade no país. “Progressivamente, o Brasil tem caminhado para garantir à pessoa com deficiência os direitos básicos e fundamentais. Cabe a cada indivíduo se fazer ouvir para que esses direitos sejam garantidos”, afirmou.

Segundo a palestrante, os maiores desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência são as formas múltiplas de discriminação e a necessidade de reconhecer a importância da acessibilidade na sociedade.  

A abertura contou, também,  com a participação do secretário nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antônio José do Nascimento Ferreira; o presidente do Conade, Flávio Henrique de Souza; e do conselheiro do Conade, Valter Macieira.

Ainda pela manhã o evento conta com palestras da presidente da Comissão de Direitos das Pessoas com Deficiência do Instituto Brasileiro de Direito de Família, Cláudia Grabois; do Assessor Especial para a Participação Social do Ministro-Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Renato Simões; e da Secretária de Educação e Cultura do Estado do Piauí, Rejane Dias.

O evento compõe as Conferências Conjuntas de Direitos Humanos da SDH, que seguem até a próxima sexta-feira (29), no Centro Internacional de Convenções do Brasil – CICB.

Fonte: site da Secretaria de Direitos Humanos pela Assessoria de Comunicação Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website